Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008
Visita ao CISE

No passado dia 21 de Janeiro do presente ano, deslocámo-nos ao CISE (Centro de Interpretação da Serra da Estrela).

O CISE tem como principais objectivos promover a educação ambiental, fazer interpretação da natureza, apoiar a investigação científica e dar incentivos ao turismo.

Nesta instituição, visitamos a exposição permanente sobre a terra e o sistema solar, embora esta exposição tenha como principal objectivo responder as necessidades dos alunos dos 2º e 3º ciclos.

Em termos estatísticos, o país está dividido em regiões:

Ø     Minho;                                                                                               

Ø       Trás-os-Montes e Alto Douro;                                                           

Ø      Douro Litoral;                                                            

Ø      Beira Alta;

Ø      Beira Litoral;

Ø      Beira Baixa;

Ø      Ribatejo;

Ø      Alto Alentejo;

Ø      Estremadura;

Ø      Baixo Alentejo;

Ø      Algarve;

 

 

            O Dr. José Conde, referiu o projecto “Aldeias do Xisto”, tem como objectivo promover o desenvolvimento sustentável. Este projecto de dinamização, tem como principal objectivo atrair pessoas que procuram o produto genuíno, não o turismo de massas. Por exemplo, no Talaniscal, inventou-se um bolo chamado Talanisco, que é um produto regional que atrai muitos turistas.

            Foi-nos também referido que a Serra da Estrela é muito rica em recursos hídricos. As nascentes são utilizadas para o engarrafamento de águas minerais. É de referir que a água “Serra da Estrela”, é a melhor água de mesa de Portugal.

            Na Serra da Estrela, as actividades económicas relacionadas com a montanha são os recursos pedestres, o parapente e a escalada.

            Há que saber aproveitar o que a Serra da Estrela.



publicado por FASIS às 16:16
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008
Diário de bordo XII- 21/01/2008 a 25/01/2008

     Durante esta semana, o grupo FASIS deslocou-se ao CISE (na Segunda-Feira, dia 21). Lá adquirimos diversos conhecimentos a nível geográfico, topográfico e científico a cerca da SERRA da ESTRELA.

       Na Quarta-Feira, o grupo FASIS trabalhou na apresentação do projecto para o segundo período, com o intuito de o apresentar no CCC on the road, em Viseu



publicado por FASIS às 18:52
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008
Escola Superior de Turismo e Telecomunicações de Seia


publicado por FASIS às 20:47
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008
Comunicado

Devido a trabalhos extra-aula e testes intermédios, os  elementos do grupo FASIS não conseguiram cumprir a planificação a tempo. Tudo faremos no sentido de remediar esta situação. Pedimos a compreensão da organização, uma vez que a planificação é apenas um modelo a seguir, não um padrão rígido e obrigatório. Contudo, a planificação será TODA cumprida até ao final do 2º Período.

Atenciosamente, as FASIS. 



publicado por FASIS às 09:49
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2008
Projecto de uma residência estudantil

 

 

 

 

A residência estudantil é constituída por:

- oito quartos de duas pessoas;

- uma cozinha;

- uma lavandaria;

- uma sala de estar;

- uma sala de jantar;

- uma dispensa ;

- oito WC 's.

 

     O grupo FASIS deslocou-se ao Politécnico de Seia. Lá, recolhemos várias informações. Foi-nos dito que a inexistência de uma residência estudantil se constituía como um problema grave. Uma das funcionárias do Politécnico, chegou mesmo a afirmar que, se houvesse uma espécie de residência estudantil perto do Politécnico, os alunos teriam a vida mais facilitada de modo a poderem estudar na Escola Superior de Turismo e Telecomunicações de Seia ( Politécnico).

     Durante esta nossa visita ao Politécnico, encontramos um grupo de alunos não residentes em Seia. Muitos deles só encontraram "casas de particulares" para morar no centro de Seia, que se encontra a mais ou menos 4 km do Politécnico. Visto os horários dos autocarros não serem muitas vezes compatíveis com os horários dos estudantes, como consequência disto eles têm de levantar-se cedo para apanhar o autocarro e até mesmo andar muito tempo a pé. Eles próprios afirmaram que estão a ter dificuldades em conciliar o estudo.

     Neste sentido, o grupo FASIS apresenta aqui a planificação de uma residência estudantil para albergar jovens estudantes do Politécnico, de modo a rentabilizar-lhes o tempo de estudo.  



publicado por FASIS às 12:25
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2008
Planificação do 2º período

7 de Janeiro de 2008:

Discussão acerca da planificação do 2º período;

 

9 de Janeiro de 2008:

Preparação da ida ao Politécnico com o intuito de divulgar esta escola superior à comunidade. Estando esta tão próxima, os jovens de Seia e arredores, não necessitam de procurar universidades como a de Coimbra ou de Aveiro para estudarem. Se os jovens estiverem informados acerca dos cursos desta instituição , ser-lhes-á mais fácil escolher Seia em detrimento de outras regiões, evitando assim o êxodo juvenil. Criação da planta de uma possível "residência estudantil" para os jovens estudantes.

 

14 de Janeiro de 2008:

Construção de um vídeo sobre as informações recolhidas na escola superior de Turismo e Telecomunicações.

 

16 de Janeiro:

Criação de um post com o objectivo de explicar o projecto: criar um dia por mês no qual se faça uma visita guiada aos principais monumentos e instituições de Seia a fim de impedir a saída dos jovens desta cidade. Este dia a que vamos chamar "Seia, uma janela aberta", tem como principal intuito cativar a atenção dos jovens de modo a que eles se interessem pela cidade e quiçá possam trabalhar como guias turísticos, continuando a fazer o projecto "Seia, uma janela aberta" um dia por mês. 

 

21 de Janeiro:

 Realização de uma pequena apresentação, com o intuito de divulgar o nosso projecto aos elementos da Câmara Municipal de Seia.

 

23 de Janeiro de 2008:

Listagem das instituições e monumentos mais importantes que se deve incluir neste projecto "Seia, uma janela aberta".

 

28 de Janeiro de 2008:

Criação de uma apresentação com o intuito de mostrar a cada uma das instituições acima referidas o nosso projecto.

 

30 de Janeiro de 2008:

Criação de um panfleto e de um cartaz para a divulgação do projecto "Seia, uma janela aberta".

 

11 de Fevereiro de 2008:

Elaboração de um anúncio para o jornal "Porta da Estrela" a fim de expôr o nosso projecto.

 

 13 de Fevereiro de 2008:

Elaboração de um vídeo e um pequeno texto com o intuito de mostrar a comunidade a ideia desenvolvida pelo grupo.

 

18 de Fevereiro de 2008:

Ao mostrarmos o que de melhor há em Seia, estamos a mostrar aos jovens que eles podem arranjar emprego em Seia, nomeadamente  se fizerem "Rotas turísticas" e continuarem o projecto "Seia, uma janela aberta". Neste dia vamos publicar um pequeno texto com explicações acerca deste assunto.

 

20 de Fevereiro de 2008:

Como o assunto da aula anterior se revela extenso e bastante trabalhoso, no dia 20 de Fevereiro iremos concluí-lo.

 

25 de Fevereiro de 2008:

Construção do projecto de uma empresa "Seia uma janela aberta", com o intuito de deixar o plano de uma empresa, que posteriormente poderá ser construída a fim de ajudar os jovens que vêem a Seia a encontrarem um sitio onde almoçar, passear, dormir, etc...

 

27 de Fevereiro:

Elaboração do relatório final do 2º Período.

 

3 de Março:

Organização do portefólio do 2º Período.

 

5 de Março:

Apresentação do trabalho desenvolvido ao longo do 2º Período.

 

 



publicado por FASIS às 18:34
link do post | comentar | favorito

Diário de Bordo XI 07/01/08 a 11/01/08

Discussão acerca da planificação do 2º período.

Preparação da ida ao Politécnico com o intuito de divulgar esta escola superior.



publicado por FASIS às 08:44
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008
Acta da reunião final do 1ºPeríodo

 

Aos doze dias do mês de Dezembro de dois mil e sete, pelas 8 horas e quarenta e cinco minutos, sob a presidência do professor António Abrantes, reuniu-se o grupo FASIS, com a presença de todos os elementos do grupo.

 

            A ordem de trabalhos foi a seguinte:

 

                        Ponto um: entrega do portefólio e relatório avaliados.

                        Ponto dois: considerações acerca do grupo e do trabalho desenvolvido.

                        Ponto três: atribuição de uma avaliação ao grupo.

                        Ponto quatro: discussão acerca da nota atribuída ao grupo.

                        Ponto cinco: considerações finais.

 

Assuntos tratados e deliberações:

 

O presidente da reunião entregou ao grupo FASIS o portefólio e relatório avaliados.

 Seguidamente, cada elemento do grupo teceu considerações acerca do 1º período; a Solange entendeu que o grupo desenvolveu um trabalho cuja classificação rondaria 17. A Fabíola foi da mesma opinião do elemento acima referido, argumentando que o grupo, apesar de ser lesado pelo constrangimento geográfico (Tourais, Vila Verde, Vasco Esteves de Baixo, Gouveia, Seia), se esforçou o máximo possível para permanecer unido e trabalhar em conjunto. A Sofia referiu que, apesar de, inicialmente, ter havido um desentendimento na formação do grupo, nos tornámos indispensáveis umas às outras; sem um elemento o grupo não funciona. A Andreia reforçou a opinião da Sofia, argumentando que não somos cinco, mas sim seis (a Fabíola, a Andreia, a Sofia, a Inês, a Solange e o grupo FASIS). Não tendo mais nada a referir sobre este assunto, A Inês não manifestou a sua opinião, porém sublinhou a importância da coesão e sentido de responsabilidade do grupo.

Após as considerações individuais, o professor António Abrantes atribuiu uma nota aproximada de 16 ao grupo. Esta classificação foi contestada pelos membros FASIS, que a consideraram injusta face ao esforço realizado pelo grupo para fazer um trabalho organizado e que fosse de encontro aos critérios de avaliação propostos pelo concurso “Cidades Criativas, reflexão sobre o futuro das cidades portuguesas”. O presidente da reunião alegou que o 16 atribuído foi ponderado tendo por base uma escala de 0 a 17. Contudo, visto o limite superior ser 18 a classificação so grupo subiu de 16 para 17.

Posto isto, o professor Abrantes referiu que dois elementos do grupo (Inês e Andreia) não correspondiam ao trabalho desenvolvido pelos restantes elementos. Porém o grupo não achou justo e discutiu esta opinião alegando que todas trabalhamos por igual e que cada uma à sua maneira contribuiu para um esforço global e contínuo, que resultou num blog, num portefólio e num relatório.

 

E nada mais havendo a tratar, foi lida e aprovada a presente acta e deu-se por encerrada a reunião.

 

O Presidente da reunião:

 

-António Abrantes.

 

O secretário:

-Solange Gonçalves.



publicado por FASIS às 21:51
link do post | comentar | favorito

.Sobre as FASIS
Tema escolhido pelas FASIS: "A Cultura e os Jovens" no concelho de Seia. Subtema: O êxodo juvenil na cidade de Seia.
.Proposta para o 3º Período:
Projecto do Edifício "Sena 3", que compreende: 1-Uma residencial estudantil; 2-Um centro de estágios cuja denominação seria: Centro de estágios "Seia, uma janela aberta". 3-Uma empresa apelidada de: Empresa "Seia, uma janela aberta".
.Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. O Fim!

. O Edifício "Sena 3".

. A empresa "Seia, uma Jane...

. Objectivos do "Sena 3"

. Juntem-se a nós!

. Reunião com o Dr. Pedro C...

. Visita à Escola Superior ...

. Artigo elaborada pelas FA...

. Diário de Bordo XVIII- 31...

. Avaliação do grupo FASIS ...

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds